RAÇAS CONSAGRADAS
 
05/11/2014 - 22:45h
SAIBA MAIS SOBRE A RAÇA DA MAZON

A genética da Mazon:
 
Caros amigos do grupo, 
como surgiram algumas genéticas erradas desta 'dita' Mazon, nada melhor que a informação direta do criador para termos a certeza sobre ela:
 
Mazon Velha:
pai: Parceiro, Mateiro Repetidor,
mãe: Cega Neta;
Cega Neta:
pai: Faísca, Mateiro Repetidor,
mãe: Cega Filha;
Cega filha:
pai: Doido,  Mateiro Repetidor,
mãe: Cega (Mateira);
 
Eu estava conversando com o Sr. Bill, de Valinhos, quando ele contou que tinha um fêmea chamada Cega (mateira) e emprestou um curió chamado Doido (também mateiro) de propriedade do Sr. Izidro (Valinhos), nascendo desta cruza a Cega Filha, O Bill tinha um outro curió, chamado Faísca, (que foi pego no quintal da sua casa ainda pintado) também mateiro, que repetia muito, foi chamado de Faísca porque em um dia chuvoso e com muitos raios que ele começou a cantar e repetir muito; aí então, o Bill, largou a Cega Filha para o Sr. Escatolão (Valinhos), que por sua vez, emprestou o Faísca para fazer um cruza da qual nasceram 3 filhotes (3 fêmeas na mesma ninhada), e o Escatolão passou esta ninhada de 3 fêmeas para o Sr. João Polidoro (João do Mel, Valinhos), que em uma destas 3 fêmeas (que chamaremos de Cega Neta, somente para identificação) passou um curió chamado Parceiro, que também era muito repetidor, e que também é pai do Sanhaço Velho, nascendo assim a Velha Mazon, que o Polidoro deu para o Escatolão como cortesia pela ninhada  e tentou com ela criar na próxima temporada, e, talvez por ser muito nova, não 'gostava muito' de chocar ( Escatolão dizia que tinha vontade de dar uma 'estecada'??? na cabeça dela), foi quando ela foi dada de presente para o Sr. Luís Vaccari (compadre do Bill), que só a pegou na condição de poder doá-la para outra pessoa, no caso o Sr. Luis Mazon (Valinhos),  que a trocou com alimentos para seus canários do reino em uma agropecuária com o Sr. Douglas (Valinhos); que a emprestou para o Sr. Pedro Barroso (Valinhos), quando ela começou fazer sua história de criação, em seguida, o Douglas largou a Mazon para o Sr. José Carlos Carneato (atual presidente da ACRIPAVI), que logo de cara já tirou com ela filhotes diferenciados, inclusive um filhote acima da média, em todos os sentidos (voz, andamento, repetição, etc), foi quando ela dispertou o interesse de vários criadores da região, mas o premiado com sua posse foi o grandioso Bill, que em troca deu um curió chamado Sivuca, que repetia demais, mas infelizmente era estéril..., quando o Bill começou a criar com ela e o Carcará Velho, um dos filhotes foi o Viajante, pai do Sobrinho do Cyborg...
 
Está é a Verdadeira história da MAZON.
 
Desculpem a estensão do texto,
mas esta é mais uma história de curiozeiro!
 
 
 
Nei Mendes

< voltar

 
 
www.criadourobarradatijuca.com.br - 2017 - Desenvolvimento: